Relato da experiência do mapeamento de riscos sócio-ambientais e de promoção da saúde ambiental com estudantes do MST

Autores

  • André Campos Búrigo
  • Fernando Ferreira Carneiro
  • André Carlos de Oliveira Rocha
  • Neusa Mettler Buffon

DOI:

https://doi.org/10.18569/tempus.v3i4.753

Resumo

O Setor de Saúde do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) vem, desde sua organização em 1999, desenvolvendo e articulando várias ações e projetos buscando avançar numa proposta de se trabalhar saúde nas áreas da Reforma Agrária que tenha coerência política e ideológica com o projeto de sociedade que este Movimento Social tem se esforçado em construir ações e projetos é de interesse aqui destacar o esforço em desenvolver cursos de formação profissional em saúde que tem no Curso Técnico em Agente Comunitário de Saúde sua primeira experiência em nível nacional formando militantes e técnicos provenientes de diversos estados da federação onde o MST está organizado.

Downloads

Publicado

2010-11-14

Como Citar

Búrigo, A. C., Carneiro, F. F., Rocha, A. C. de O., & Buffon, N. M. (2010). Relato da experiência do mapeamento de riscos sócio-ambientais e de promoção da saúde ambiental com estudantes do MST. Tempus – Actas De Saúde Coletiva, 3(4), Pág. 144-148. https://doi.org/10.18569/tempus.v3i4.753

Edição

Seção

RELATO DE EXPERIÊNCIA

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)