Notícias

Tempus - Actas de Saúde Coletiva Prezados pesquisadores (as), A Revista Tempus - Actas de Saúde Coletiva lançou um número especial temático, em março de 2011, com o tema O Trabalho em Saúde. A Revista Tempus - Actas de Saúde Coletiva é uma publicação eletrônica trimestral, com objetivo de constituir-se instrumento de comunicação, divulgação e intercâmbio de práticas, reflexões e resultados de pesquisas no Campo da Saúde Coletiva. A revista publica trabalhos de caráter técnico-científico provenientes das atividades de ensino, pesquisa, extensão e serviço, oriundos das produções docentes, discentes e de pesquisadores. Todas as informações relativas ao envio dos manuscritos estão disponíveis no link: http://www.tempusactas.unb.br/ Atenciosamente, Profa. Dra. Magda Duarte dos Anjos Scherer Departamento de Saúde Coletiva / Núcleo de Estudos de Saúde Pública Profa Andréia de Oliveira Departamento de Serviço Social / Núcleo de Estudos de Saúde Pública Universidade de Brasília (UnB) Faculdade de Ciências da Saúde Departamento de Saúde Coletiva Campus Darcy Ribeiro - Asa Norte - Brasília/DF - CEP: 70910-900 Telefones: (55++61) 31071952 / 33406863 magdascherer@unb.br andreiao@unb.br Organizadoras UnB/CEAM/NESP/UTICS - www.nesp.unb.br Endereço: SCLN 406 Bl. A Sala 225 - Asa Norte - Brasília/DF - CEP: 70847-510 Fone: (55++61) 3340-6863
  • Prorrogação da chamada de artigos para o número especial “30 anos comemorativos do Programa dos Agentes Comunitários de Saúde (PACS)”

    2021-07-20

    Informamos que o prazo de submissão de artigos para o número especial "30 anos comemorativos do Programa dos Agentes Comunitários de Saúde (PACS)" foi prorrogado para o dia 20/08/2021.

    Saiba mais sobre Prorrogação da chamada de artigos para o número especial “30 anos comemorativos do Programa dos Agentes Comunitários de Saúde (PACS)”
  • Chamada para Revista Tempus Actas de Saúde Coletiva

    2021-05-21

    A Revista Tempus – Actas de Saúde Coletiva, do Núcleo de Estudos em Saúde Pública do Centro de Estudos Avançados Multidisciplinares da Universidade de Brasília (NESP/CEAM/UnB) em parceria com a Associação de Bacharéis em Saúde Coletiva (ABASC), convida a comunidade acadêmica e  interessadxs a submeterem trabalhos (artigos originais, artigos de revisão, relatos de experiência) com temáticas relacionadasaos Bacharéis em Saúde Coletiva. Serão aceitos os textos nas seguintes temáticas:

    • Trabalhos que descrevem e relatam a atuação do bacharel em saúde coletiva na Pandemia de Covid-19. vivências e práticas durante a formação; Remuneração e reconhecimento da profissão;
    • Trabalhos relacionados a inserção dos Bacharéis em Saúde Coletiva no mercado de trabalho.
    • Trabalhos que descrevem o avanço e as experiências dos Bacharéis em Saúde Coletiva inseridos nos demais locais de mercado de trabalho, além da área da saúde.
    • Desafios atuais do mercado de trabalho para um cenário pós-pandemia;
    • Inovação e avanços nas práticas da saúde coletiva.

    A graduação  em Saúde Coletiva possui mais de dez anos desde a sua criação, e de acordo com o Inep, no período de 2012 a 2019, foram formados 2.214 Bacharéis em Saúde Coletiva em 20 Instituições de Ensino Superior no país. É relevantedestacar essa temática para publicação na revista Tempus Actas, visandomostrar a importância, a visibilidade e a contribuição deste profissional para a Saúde, que são os Sanitaristas, enquanto Bacharéis em Saúde Coletiva; os quaisbuscam inserção no mercado de trabalho e a regulamentação da profissão.

    Fundada em 03 de agosto de 2019, a Associação de Bacharéis em Saúde Coletiva (ABASC) é uma instituição que tem como objeto social “representar, patrocinar e defender os interesses dos estudantes de graduação e profissionais Bacharéis em Saúde Coletiva”.  A ABASC visa a qualidade da saúde coletiva, fortalecendo e valorizando a profissão. Compreende a importância de fomentar a pesquisa científica como instrumento de formação do conhecimento e de desenvolvimento acadêmico, despertando a capacidade de leitura crítica, agregando conhecimento aos alunos, egressos e para toda a comunidade científica.

    A Revista Tempus - Actas de Saúde Coletiva é uma publicação eletrônica trimestral, instrumento de comunicação, divulgação e intercâmbio de práticas, reflexões e resultados de pesquisas no Campo da Saúde Coletiva. A revista publica trabalhos de caráter técnico-científico provenientes das atividades de ensino, pesquisa, extensão e serviço, oriundos das produções docentes, discentes e de pesquisadores.

    As submissões dos trabalhos seguirão as normas da revista, no link http://tempusactas.unb.br/index.php/tempus/about/submissions#authorGuidelines .

     

    CHAMADA DE ARTIGOS
    (Português, Inglês, Espanhol)
    Tempus Actas de Saúde Coletiva
    ISSN 1982-8829 (B3 Saúde Coletiva)

     

    O quê: divulgação de chamada de artigos científicos
    Submissões: 22 de maio a 22 de julho de 2021
    Lançamento: dezembro de 2021

    Editores Convidadas  
    Indyara de Araujo Morais
    Jéssica de Souza Lopes
    Danylo Santos Silva Vilaça
    Josélia de Souza Trindade
    Kerolyn Ramos Garcia

    Saiba mais sobre Chamada para Revista Tempus Actas de Saúde Coletiva
  • Chamada de artigos “30 anos comemorativos do Programa dos Agentes Comunitários de Saúde-PACS”

    2021-04-20

    A Revista Tempus Actas em Saúde Coletiva (ISSN 1982-8829) informa que está aberta
    a chamada pública para submissão de artigos científicos para o número temático “30
    anos comemorativos do Programa dos Agentes Comunitários de Saúde-PACS”, a
    ser lançado em novembro de 2021. Esse número temático representa uma homenagem

    da Revista a todos os Agentes Comunitários de Saúde em reconhecimento a sua
    contribuição no fortalecimento da Atenção Primária à Saúde do Brasil.
    Em agosto de 1991, na cidade de Brasília, foi realizado o lançamento do PACS.
    Naquele momento, a Paraíba assumiu a corresponsabilidade em ser o estado “piloto”
    para os processos de implantação do referido Programa. O anúncio da criação do PACS
    contou com a presença das Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde, em especial da
    região Nordeste, técnicos da Fundação Nacional de Saúde (FUNASA)/Ministério da
    Saúde, e assessores técnicos do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS)
    e do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (CONASEMS),
    professores, pesquisadores do campo da saúde coletiva, sobretudo dos movimentos
    populares em saúde.
    Chegar aos 30 anos do PACS frente a pandemia da COVID-19, tem um sentido
    singular. O sentido de valorizar a ciência, saúde e a vida, num momento de múltiplas
    epidemias socioeconômica e política. Os ACS, em seus diversos e plurais territórios de
    atuação, seguem contribuindo a partir de sua força organizativa na tarefa fundamental
    de apontar saídas à organização social, capaz de produzir mudanças em defesa dos
    grupos mais vulneráveis, reafirmando os valores da educação popular em saúde, da
    consciência sanitária e de uma ciência cidadã construída de forma participativa, com os
    indivíduos, famílias e comunidades a eles vinculados.
    Desde a sua criação, o PACS enfrenta as agonias das desigualdades socio-sanitárias e a
    corresponsabilidade de erguer territórios saudáveis nos lugares mais adversos do país,
    rumo a implantação/implementação do Sistema Único de Saúde (SUS) no início da
    década de 90, reafirmando os valores, princípios e bases estruturantes da Atenção
    Básica à Saúde (ABS)/Atenção Primaria à Saúde (APS).
    A contribuição dos ACS nos processos de consolidação do SUS e seus resultados
    positivos é fruto também, da municipalização em saúde, pelas experiências exitosas das
    iniciativas de “Cidades e Territórios Saudáveis”, pelo conhecimento técnico-científico
    de centenas de profissionais oriundos do movimento da reforma sanitária brasileira, de
    entidades de profissionais de saúde e dos históricos movimentos das Comunidades
    Eclesiais de Base (CEB) e Movimento Popular pela Saúde (MOPS).
    Em tempos de pandemia e em nenhum outro tempo, não podemos perder a esperança no
    trabalho dos ACS, na força da ABS/APS, no gigantismo do SUS, sobretudo na coragem
    de lutar pela saúde e vida que a população imprime a cada dia. O PACS é fruto dessas
    lutas e símbolo de suas vitórias. Por isso, em seus 30 anos, há motivos demais para
    celebrarmos.
    O formato dos artigos deve seguir a instrução para autores, disponível na página da
    revista: http://www.tempusactas.unb.br/index.php/tempus/index. Os artigos submetidos
    passarão pelo procedimento de revisão por pares.
    O quê: divulgação de chamada de artigos científicos recentes e originais.
    Submissões: 30 de abril a 30 de julho de 2021
    Lançamento: novembro de 2021

    Editoras Convidadas

    Maria Fátima de Sousa (DSC/FS/UnB)
    Elmira Simeão (FCI/UnB)
    Ana Valéria M. Mendonça (DSC/FS/UnB)
    Rackynelly Soares (IFPB)

    Saiba mais sobre Chamada de artigos “30 anos comemorativos do Programa dos Agentes Comunitários de Saúde-PACS”