A bebida alcoólica no contexto laboral: um diálogo mediado pelas representações sociais

Autores

  • Jeferson Santos Araújo
  • Silvio Eder Dias da Silva
  • Vander Monteiro da Conceição
  • Mary Elizabeth de Santana
  • Ralrizônia Fernandes Souza

DOI:

https://doi.org/10.18569/tempus.v6i3.1165

Resumo

Trata-se de uma pesquisa descritiva qualitativa que teve como objetivo identificar as representações sociais dos trabalhadores da Cervejaria Paraense sobre a bebida alcoólica e analisar as implicações das mesmas para a saúde do trabalhador. Foram realizadas entrevistas com 30 trabalhadores que prestam serviços diretos na produção de bebida alcoólica. A análise de conteúdo temático levou às seguintes categorias: A bebida alcoólica: Um objeto projetado e representado no trabalho; O trabalhador e o discurso do consumo e A doença, o conhecimento e a continuação do consumo. Concluiu-se que, para os trabalhadores a bebida alcoólica e o trabalho estão diretamente relacionados com a forma como se percebe essa relação no seu contexto social, sendo esta responsável por proporcionar momentos de alegria, socialização, fuga da realidade e de experiências quanto as conseqüência do consumo sem moderação.

Biografia do Autor

Jeferson Santos Araújo

Enfermeiro, Licenciado Pleno e Bacharel em Enfermagem e Obstetrícia pela Faculdade de Enfermagem (FAENF) da Universidade Federal do Pará (UFPA), Especialista em Enfermagem do Trabalho pelo Instituto Brasileiro de Pós-Graduação e Extensão (IBPEX). Aluno do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem Fundamental da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo.

Silvio Eder Dias da Silva

Enfermeiro, Doutor em Enfermagem pela Universidade Federal de Santa Catarina. Professor da Faculdade de Enfermagem da Universidade Federal do Pará.

Vander Monteiro da Conceição

Enfermeiro, Licenciado e Bacharel em Enfermagem e Obstetrísica pela Faculdade de Enfermagem (FAENF) da Universidade Federal do Pará (UFPA). Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem Fundamental pela Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo.

Mary Elizabeth de Santana

Enfermeira, Doutora em Enfermagem Fundamental pela Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. Professora da Universidade do Estado do Pará e da Universidade Federal do Pará.

Ralrizônia Fernandes Souza

Enfermeira, Licenciada Plena e Bacharel em Enfermagem e Obstetrícia pela Faculdade de Enfermagem (FAENF) da Universidade Federal do Pará (UFPA).

Downloads

Publicado

2012-08-23

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)