Ferramentas para o diagnóstico comunitário de saúde na consolidação da estratégia saúde da família

Autores

  • Polyana Costa Ribeiro Universidade de Brasilia Núcleo de Estudos de Saúde Publica
  • José Ivo Santos Pedrosa
  • Lídya Tolstenko Tolstenko Nogueira
  • Maria Fátima de Sousa Sousa

DOI:

https://doi.org/10.18569/tempus.v6i4.1213

Resumo

A Atenção Básica configura-se como eixo estruturante da Estratégia Saúde da Família. Pressupõe integralidade entre ações de promoção, prevenção e atenção à saúde; articulação intersetorial; coerência com o complexo industrial da saúde, para garantir oferta satisfatória à demanda; melhorias na força de trabalho, mediante a qualificação profissional e capacitação dos gestores, no sentido da eficácia, eficiência e efetividade das ações, para enfrentar os determinantes da saúde da população. Para essa finalidade preconiza a utilização do diagnóstico comunitário como etapa e ferramenta fundamental no processo de planejamento e implantação das equipes multiprofissionais. Neste ensaio teórico apontam-se problemas concernentes a esse processo, identificando-se os recursos disponíveis que atuam no suporte técnicogerencial necessário ao diagnóstico, como forma de suprir as lacunas do Sistema de Informação da Atenção Básica (SIAB).

Biografia do Autor

Polyana Costa Ribeiro, Universidade de Brasilia Núcleo de Estudos de Saúde Publica

Professora adjunta do Departamento de Saúde Coletiva, da Universidade de Brasília (UnB). Possui doutorado em Ciência da Informação pela UnB, mestrado em Comunicação e Cultura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, especialização em Administração da Comunicação Empresarial e graduação em Jornalismo e Relações Públicas. Atualmente é coordenadora do Centro de Tecnologias Educacionais Interativas em Saúde, da Faculdade de Ciências da Saúde (CENTEIAS/FS) e pesquisadora colaboradora do Núcleo de Estudos em Saúde Pública da UnB (NESP/CEAM/UnB), onde coordena a Unidade de Tecnologias da Informação e Comunicação em Saúde. Líder do Grupo de Estudos e Pesquisas em Informação em Comunicação em Saúde Coletiva (CNPq-Brasil). Foi consultora em projetos de inclusão digital para o Ministério das Comunicações. Tem experiência nas áreas das Ciências da Informação e da Comunicação com ênfase em Comunicação da Informação, atuando principalmente nos seguintes temas: informação e comunicação em saude, tecnologias da informação e comunicação em saúde, inclusão digital, alfabetização em informação e em comunicação, redes sociais e ensino a distância.

Downloads

Publicado

2012-12-31

Edição

Seção

ARTIGOS ORIGINAIS

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)