A importância e o papel do nutricionista na Atenção Básica em Vitória de Santo Antão / PE.

Autores

  • Karla Adriana Oliveira da Costa
  • Paulo Roberto de Santana

DOI:

https://doi.org/10.18569/tempus.v5i4.1058

Resumo

O Brasil está vivenciando diversas mudanças, dentre as quais as de natureza populacional, epidemiológica e nutricional, sendo a última caracterizada pelo declínio da desnutrição e o aumento do sobrepeso / obesidade e da hipertensão e diabetes. Sendo a alimentação/nutrição um fator de proteção ou de risco para o desenvolvimento de tais condições, considera-se que a inserção de ações de alimentação e nutrição na atenção básica, poderá ter um importante impacto. O estudo objetivou verificar a importância e o papel do Nutricionista na Atenção Básica. A pesquisa respondeu a uma abordagem quanti-qualitativa. Neste artigo, apresentase a utilização das técnicas da Hermenêutica Dialética e o Discurso do Sujeito Coletivo 1. Estudante do Curso de Nutrição – CAV – UFPE. karlinhakaoc@hotmail.com 2. Docente Adjunto II do Núcleo de Nutrição – CAV – UFPE. paulordsantana@hotmail.com. (DSC) dos profissionais da Estratégia Saúde da Família (ESF) em Vitória de Santo Antão - PE, 2010/2011, analisou a importância e o papel do nutricionista na atenção primaria à saúde. O DSC possibilitou concluir que o profissional de nutrição é o mais adequado para o enfrentamento deste cenário adverso, devendo as ações de nutrição/alimentação serem desenvolvidas pelo conjunto dos trabalhadores de saúde. Os entrevistados reafirmaram a necessidade do nutricionista como parte integrante da ESF, a partir do núcleo da equipe mínima, sem prejuízos para sua inserção no Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF). É premente organizar e qualificar o cuidado nutricional no âmbito da Atenção Primária, visto que a atual inserção do nutricionista está longe do necessário para lidar com a realidade epidemiológica brasileira.

Downloads

Publicado

2011-12-31

Edição

Seção

ARTIGOS ORIGINAIS

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)