Representações sociais de corpo e sexualidade de profissionais de saúde que atendem mulheres com HIV e AIDS.
PDF

Como Citar

Souto, K., & Kuchemann, B. A. (2011). Representações sociais de corpo e sexualidade de profissionais de saúde que atendem mulheres com HIV e AIDS. Tempus – Actas De Saúde Coletiva, 5(1), Pág. 295-309. Recuperado de //tempus.unb.br/index.php/tempus/article/view/933

Resumo

Este trabalho apresenta uma análise das representações de corpo e sexualidade de profissionais de saúde de Brasília e de suas práticas de saúde no cuidado, considerando o contexto da feminização da AIDS e as vulnerabilidades femininas para a infecção pelo HIV. Tem por objetivos, identificar se as representações de corpo e sexualidade de profissionais de saúde, que atendem mulheres com HIV/AIDS, contribuem para a vulnerabilidade feminina à AIDS e se as práticas de saúde desses profissionais expressam valores culturais sobre corpo e sexualidade que, no atendimento, apresentamse como entraves ao cuidado da saúde das mulheres. Conclui, destacando a importância da abordagem de gênero e das representações sociais de corpo e sexualidade na formação dos profissionais de saúde para que as práticas de saúde possam contribuir para a prevenção das DST/HIV/AIDS e para a atenção à saúde integral e humanizada.
PDF