Comunicação para mudança de comportamento em saúde: experiências vivenciadas no Centro de Programas de Comunicação da Universidade Johns Hopkins.

Autores

  • Ana Carolina de Oliveira Monteiro dos Santos Fundação Oswaldo Cruz. Brasília-DF.

DOI:

https://doi.org/10.18569/tempus.v9i2.1881

Palavras-chave:

comunicação, comunicação em saúde, mudança de comportamento em saúde, P process

Resumo

Compartilhar experiências é a melhor forma de aprender e contribuir para a construção do conhecimento. É com esta intenção que surge este artigo, resultado da experiência vivida pela autorano workshop ministrado pelo Center for Pommunication Programs – CCP (Centro de Programas de Comunicação) da Universidade Johns Hopkins, em Baltimore, Estados Unidos, em junho de 2014. Neste workshop intensivo de 20 dias, com aulas diárias em período integral, a autora teve a oportunidade de estudar e compartilhar experiências com grandes pensadores e profissionais na Universidade Johns Hopkins. Isso promoveu o contato com a filosofa da instituição e com as metodologias por eles desenvolvidas e aplicadas em vários países do mundo, no intuito de promover melhorias nas condições de saúde das populações por meio de planejamento estratégico de comunicação focado na mudança de comportamento. Esta foi uma experiência não apenas de estudo em planejamento e comunicação, mas uma experiência de formação de liderança, de profissionais mas conscientes, engajados e completos e, principalmente, de auto conhecimento e crescimento pessoal. Um artigo não seria suficiente para a descrição de toda essa vivência, por isso, optou-se por focar em questões sobre a visão da instituição sobre a saúde, a prática da comunicação em saúde, a mudança de comportamento e um panorama sobre os aspectos essenciais da metodologia por eles desenvolvida e utilizada, denominada de P process. Neste artigo, o leitor irá se deparar com uma quebra de reflexões teórico acadêmicas promovida por posteriores discussões técnico práticas, com características gerenciais. Isso acaba refletindo a lógica implementada pelo CCP, que desenvolve a prática fundamentada em um amplo arcabouço teórico. E, da mesma forma que a instituição não se fecha em suas teorias e permite reinventar-se, este artigo também contará com reflexões próprias do autor a respeito de algumas questões apresentadas.

Biografia do Autor

Ana Carolina de Oliveira Monteiro dos Santos, Fundação Oswaldo Cruz. Brasília-DF.

FIOCRUZ

Downloads

Publicado

2016-06-28

Como Citar

Santos, A. C. de O. M. dos. (2016). Comunicação para mudança de comportamento em saúde: experiências vivenciadas no Centro de Programas de Comunicação da Universidade Johns Hopkins. Tempus – Actas De Saúde Coletiva, 9(2), Pág. 149-163. https://doi.org/10.18569/tempus.v9i2.1881

Edição

Seção

ARTIGOS ORIGINAIS