Modelo de decisão sobre o uso de preservativos: Uma regressão logística multinomial

Autores

  • Isis Milane Batista de Lima UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAIBA
  • Ana Eloisa Cruz de Oliveira ENFERMEIRA PELA UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA
  • Josemberg Moura de Andrade UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA
  • Hemílio Fernandes Campos Coêlho
  • Kaline Silva Lima UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

DOI:

https://doi.org/10.18569/tempus.v10i2.1649

Palavras-chave:

Autoeficácia, preservativos e modelo logístico

Resumo

O presente trabalho apresenta uma estratégia de estudo para auxiliar o processo de tomada de decisão sobre a autoeficácia no uso do preservativo por meio da regressão logística multinomial. Os dados analisados são referentes a uma amostra de 1260 brasileiros, dos quais 36% afirmaram sempre usar camisinha. De acordo com o modelo de decisão considerado, as variáveis analisadas revelaram que a decisão sobre o uso do preservativo é influenciada pela confiança que o indivíduo sente no sucesso do seu uso.

Biografia do Autor

Isis Milane Batista de Lima, UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAIBA

BACHAREL EM ESTATISTICA PELA UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAIBA E MESTRANDA DO PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM MODELOS DE DECISÃO E SAÚDE

Ana Eloisa Cruz de Oliveira, ENFERMEIRA PELA UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

MESTRANDA DO PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM MODELOS DE DECISÃO E SAÚDE

Josemberg Moura de Andrade, UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

PROFESSOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

Kaline Silva Lima, UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

PSICOLOGA PELA UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

Referências

ARAGAO, J. C. S.; LOPES, C. de S.;BASTOS, F. I. Comportamento sexual de estudantes de um curso de medicina do Rio de Janeiro. Rev. bras. educ. med. [online]. v.35, n.3, p.334-340, 2011.

ASANTE, K. W.; DOKU, P. N. Cultural adaptation of the Condom Use Self Efficacy Scale (CUSES) in Ghana. BMC Public Health. 2010.

FORSYTH, A. D., CAREY, M. P. Measuring self-efficacy in the context of HIV risk reduction: research hallenges and recommendations. Health Psychology. v.17, n.6, p.559, 1998.

BALLESTER, R.; GIL-LLARIO, M. D.; RUIZ-PALOMINO, E.; GARCÍA, C.G., Autoeficacia en la prevención sexual del Sida: la influencia del gênero. Anales de psicologia, España, vol.29, n.1 (enero), p.76-82, 2013.

BANDURA, A. Social Foundations of Thought and Actions: A Social Cognitive Theory. Prentice - Hall, Englewood Cliffs: New Jersey, p.390- 391, 1986.

BRAFFORD, L. J.; BECK, K. H. Development and validation of a condom self-efficacy scale for college students. Journal of American CollegeHealth, v.39, n.5,p.219-225, 1991.

CARRENO, I.; COSTA, J. S. D. da. Uso de preservativos nas relações sexuais: estudo de base populacional. Rev. Saúde Pública [online], v.40, n.4, p.720-726, 2006.

CASTRO, A.; BÉRMUDEZ M. P.; BUELA-CASAL, G.; MADRID, J. Variables psicossociales que median em el debut sexual de adolescentes em España. Rev. Latino-americana de Psicologia, v.43, nº1 pp.83-94 2011.

FIGUEIRA, C. V. Modelos de regressão logística. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2006.

LAROQUE, M. F. et al. Sexualidade do idoso: comportamento para a prevenção de DST/AIDS. Rev. Gaúcha Enferm. [online], v.32, n.4, p. 774-780, 2011.

MADUREIRA, V. S. F.; TRENTINI, M. Da utilização do preservativo masculino à prevenção de DST/AIDS. Ciênc. saúde coletiva [online], v.13, n.6, p.1807-1816, 2008.

MYERS, D. G. Psicologia Social. 6ª ed. Rio de Janeiro: LTC, 2000.

MONTGOMERY, D. C.; PECK, E. A.; VINNIG, G. G. Introduction to linear regression analysis. 3. Ed. NewYork: Wiley-Interscience, 2001.

PIRES, M. R. M.; BALIEIRO, C.R.B. Representações sobre DST/AIDS e o uso de preservativo nas relações sexuais entre homens heterossexuais. Saúde & Transformação Social / Health & Social Change, Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil, v. 3, n. 3, p. 89-104, 2012.

RIBEIRO,J.; LEAL, I.; DIAS, E. Autoeficácia e crenças em mulheres jovens - O caso específico do preservativo/kamisinha (um estudo comparativo). Aclas do 3° Congresso Nacional de Psicologia da Saúde. Lisboa: l SPA, 2000.

SWEAT, M. D. et al. Effects of condom social marketing on condom use in developing countries: a systematic review and meta-analysis, 1990-2010. Bull World Health Organ [online], v.90, n.8, p. 613-622A, 2012.

SILVA, A.; BRITO, J.; GASPAR, P. L. Análise probabilística da condição de degradação dos revestimentos pétreos (fixados diretamente ao suporte). Teoria e Prática na Engenharia Civil, Lisboa, Portugal, n.18, p. 49-61, Nov, 2011.

SOUSA, L. B. de; CUNHA, D. de F. F.; XIMENES, L. B.; PINHEIRO, A. K. B.; VIEIRA, N. F. C. Conhecimentos, atitudes e prática de mulheres acerca do uso do preservativo: [revisão] Rev. enferm. UERJ, v.19 n.1, p.146-151, jan.-mar, 2011. Ilus

SMITH, T. J.; MCKENNA, C.M. A Comparison of Logistic Regression Pseudo R2 Indices. Multiple Linear Regression Viewpoints, v. 39, n.2, 2013.

VEGA-BRIONES, G.; JARAMILLO-CARDONA, M. C. Percepciones y actitudes de los hombres de la frontera norte de México en relación con el uso de condones, práctica de la vasectomía y chequeos de próstata. Bogotá (Colombia), Rev. Gerenc. Polit. Salud, v.9, n.18, p.50-77, enero-junio, 2010.

Publicado

2016-07-07