Violência Contra a Mulher: fatos e contextos de boletins de ocorrências.

Autores

  • Cibelle Tiphane de Sousa Costa
  • Eliany Nazaré Oliveira
  • Silvinha de Sousa Costa
  • Tamires Alexandre Félix
  • Suzana Mara Cordeiro Eloia
  • Francisco Diogenes dos Santos

DOI:

https://doi.org/10.18569/tempus.v8i4.1591

Resumo

A violência contra a mulher é realidade crescente no Brasil. Este estudo tem o objetivo de analisar os contextos e fatos envolvidos nos boletins de ocorrências de mulheres vítimas de violência na Delegacia de Defesa da Mulher do Município de Sobral - Ceará no ano de 2009. A pesquisa é Documental, retrospectiva e de corte transversal, com abordagem quantitativa; realizada a partir dos boletins de ocorrência (BO) das denúncias de mulheres vítimas de violência. Os dados foram processados pelos Programas Excel e SPSS-13. Nos resultados observou-se que as principais vítimas de violência têm de 31 a 40 anos, ensino fundamental incompleto e cerca de dois filhos. Estas apresentavam união estável com o agressor no momento da agressão, que na maioria se deu pelo uso de álcool pelo agressor. A violência psicológica constitui a maioria, 84% dos casos, seguida da física, 57,5%. Concluímos que a detecção de casos, seu acolhimento e resposta do serviço requer especificidade de abordagem para que esta violência possa emergir para além da denuncia.

Biografia do Autor

Eliany Nazaré Oliveira

Graduada em Enfermagem pela Universidade Federal do Ceará (1992), desenvolveu mestrado e doutorado também na UFC. Atualmente é professora da Universidade Estadual Vale do Acaraú, - UVA. Participa do Corpo Docente do Mestrado Acadêmico Em Saúde da Família - UFC - Sobral, Ceará e do Mestrado Profissional em Saúde da Família - RENASF e Mestrado Profissional em Ensino da Saúde.

Silvinha de Sousa Costa

Possui graduação em Enfermagem pela Universidade Estadual Vale do Acaraú (1989). Atualmente é enfermeiro - Secretaria da Saúde e Ação Social de Sobral, enfermeiro - Congresso das Secretarias de Saúde do Ceará, enfermeira da Associação Brasileira de Pós-Graduação em Saúde Coletiva e Preceptor do PET- Saúde e Articuladora do projeto Avaliação para Melhoria do acesso e da Qualidade na Atenção Primaria( PAMQ) do Ministério da Saúde do Brasil e SESA.

Tamires Alexandre Félix

Enfermeira graduada pela Universidade Estadual Vale do Acaraú em 2011.1. Vinculada à Santa Casa de Misericórdia de Sobral lotada no serviço de emergência adulta. Especialista em Gestão dos Serviços de Urgência e Emergência. Especialista em Terapia Intensiva. Cursa Mestrado em Saúde da Família pela UFC. Docente na Universidade Estadual Vale do Acaraú.

Suzana Mara Cordeiro Eloia

Possui graduação em Biologia pela Universidade Estadual Vale do Acaraú (2010). Atualmente, graduanda em Enfermagem pela mesma Universidade. Foi Bolsista de Iniciação Científica pelo Programa de Bolsas de Produtividade e Estímulo à Interiorização da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (BPI/FUNCAP) no período de 2012 a 2014

Francisco Diogenes dos Santos

Graduação em Enfermagem - Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA). Bolsista de Iniciação Científica & Tecnológicada (IC&T) - Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - FUNCAP.

Downloads

Publicado

2015-02-16

Edição

Seção

ARTIGOS ORIGINAIS