Programa de controle do tabagismo do hospital universitário Cassiano Antônio de Moraes: perfil de usuários e funcionários

Autores

  • Lorena Albertasse Albertasse Universidade Federal do Espírito Santo.
  • Marluce Miguel de Miguel de Siqueira Universidade Federal do Espírito.

DOI:

https://doi.org/10.18569/tempus.v7i2.1345

Resumo

Objetivo: Traçar o perfil dos usuários e funcionários do Hospital Universitário Cassiano Antônio de Moraes, quanto a aspectos socioeconômicos e tabagísticos. Metodologia: Trata-se de um estudo descritivo e exploratório, conduzido sobre abordagem quantitativa. Resultados: Entre os usuários do serviço, 19,2% são fumantes e 24% ex-fumante. A faixa etária em que mais se fuma foi a de 20-39 anos (8,5%). 39,2% dos usuários fumantes possuem o Ensino Fundamental Incompleto e renda de até 2 salários mínimos (41,3%). A quantidade em anos que se fuma é maior naqueles que fumam há mais de 10 anos (42,3%). Entre os funcionários o número de fumantes foi de 12 (12,2%), sendo que 5 (41,6%) fumam há mais de 20 anos; 66,7% tinham o Ensino Médio e 67,6% recebiam renda de 2-5 salários mínimos. Nos dois grupos estudados foi elevada à prevalência de fumantes que referiu o desejo de cessar o fumo (74% usuários, 83,3% funcionários), no entanto apenas uma pequena parcela já se submeteu a algum tipo de tratamento.

Biografia do Autor

Lorena Albertasse Albertasse, Universidade Federal do Espírito Santo.

Enf. graduada pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES); Membro da equipe técnica do Núcleo de Estudos sobre o Álcool e Outras Drogas (NEAD) do Centro de Ciências da Saúde (CCS) /UFES.

Marluce Miguel de Miguel de Siqueira, Universidade Federal do Espírito.

Profª Associada II do Depto de Enfermagem e do Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva (PPGASC) da UFES; Coordenadora Cientifica do NEAD-CCS-UFES; Universidade Federal do Espírito Santo.

Downloads

Publicado

2013-09-25

Edição

Seção

ARTIGOS ORIGINAIS