Curso de Odontologia da UFPI: 50 anos de interação com a educação e saúde no Piauí
PDF

Como Citar

Macedo, P. da S., Macêdo, M. B., Silva, L. T. da, & Filho, M. A. G. A. (2011). Curso de Odontologia da UFPI: 50 anos de interação com a educação e saúde no Piauí. Tempus – Actas De Saúde Coletiva, 5(3), pg. 151-161. https://doi.org/10.18569/tempus.v5i3.1051

Resumo

A Odontologia, como é natural de toda profissão, possui peculiaridades no tocante ao seu desenvolvimento que, ao serem revisadas por meio de uma retrospectiva na História, são valioso instrumento para compreender o seu atual papel dentro da sociedade contemporânea. Assim, o presente trabalho se propõe a rememorar a história da criação do curso de Odontologia no Piauí, terceiro curso superior do Estado, desde a época da Faculdade de Odontologia, cuja origem data de 15/07/1960, até quando tal curso foi incorporado à UFPI, em 1971. Objetiva-se, ainda, se fazer um breve panorama acerca do ingresso de estudantes no curso, baseando-se em uma escala temporal, e atentar-se também para a qualificação do quadro docente da Faculdade entre as últimas décadas do século XX e a primeira década do século XXI, considerando a importância do corpo docente como um preeminente contribuinte para o nível de qualidade do curso. Em 2010, o curso contava com 19 doutores e 11 mestres, dentre os 32 docentes, com 80 turmas concludentes e cerca de 1.500 alunos formados. A conclusão geral da análise crítica dos indicadores e parâmetros abordados é que as atividades acadêmicas, científicas e culturais podem influir decisivamente na mudança das estruturas sociais, contribuindo para o desenvolvimento e o progresso.
https://doi.org/10.18569/tempus.v5i3.1051
PDF